Arquivo | julho, 2012

Feiras de noivas – Campinas e Região

31 jul

Maio pode ser o mês das noivas, mas agosto meu bem, é o mês das feiras de noivas! Como já havia comentado em um post há algum tempo, está para acontecer a  16ª edição da mais esperada feira do segmento, O Festas & Noivas, que já tem data marcada: de 23 a 26 de agosto de 2012 das 14h as 22h, no Shopping Iguatemi Campinas!! Quem quiser se cadastrar para a feira e se adiantar, é só clicar aqui!

Outra feira que está para acontecer na região de Campinas é a mostra de noivas e eventos no Via Appia Festas e Eventos! será dia 05/08 das 14h as 22h. Localização do evento é só clicar aqui

Valor do ingresso: R$10,00 e o vallet é cortesia!

E para quem mora perto da região de Jundiaí, no mesmo período da feira de Campinas, irá acontecer a Feira Noivas e Festas! Será no Maxi Shopping, e a melhor notícia de todas: entrada gratuita! É muito bom não é? Então corra e faça a sua inscrição no site!

Espero vocês por lá! =]

Anúncios

1 ano e meio de Charles ao meu lado!

30 jul

Olá Pessoas! Faz um tempinho que não escrevo aqui né! Este mês está uma loucura, prometo que agosto virá com muitas novidades para nós, noiva da vez que somos e que queremos saber de tudo para podermos extrair pro nosso Dia D!

Enfim, este post na verdade é uma pequenina homenagem ao meu quase noivo, que está ao meu lado há 1 ano e meio! Isso mesmo!! Pouco tempo pra quem vê, e pra nós tempo nenhum que se compara ao que queremos viver um ao lado do outro! Eu já contei um pouco da nossa historia aqui, e o que tenho a falar, que pra quem não tem a certeza de que está com a pessoa certa, é tentar analisar as pequenas coisas que compartilhamos no dia-a-dia, é isso que você perceberá, se é pra ser “pra toda a vida” ou não. Nosso maior orgulho é saber que nosso amor, respeito, carinho e compreensão é fifty to fifty.. é muito bom saber que seu amor é totalmente correspondido! E é por isso que queremos nos casar, viver juntos, ter um monte de filhinhos! E pra este dia especial, fizemos um jantarzinho supimpa! E pra quem gosta de cozinhar como nós, aqui vão as receitas!

São pratos super práticos, leves e com um toquezinho refinado!

Eu não sou expert na cozinha, então teve umas falhas técnicas no decorrer, mas que no final ficou tudo do jeitinho que queríamos!

Entrada: Lulas grelhadas com aspargo e acelga

Ingredientes:

– 1 kg de anéis de lula
– Folhas de acelga (usei 5 grandes)
– 300g de aspargos (+- 10 aspargos)
– 1 colher (sopa) de curry
– sal, azeite e shoyu a gosto
– cebolinha, salsinha ou coentro pra finalizar (opcional)
Preparo:
Corte a base mais dura dos talos e cozinhe os aspargos por 5 minutos, em água fervente e sal, depois coloque-os em água gelada para parar o cozimento e reserve.
Pique as folhas da acelga e reserve. Dica: separe os talos mais grossos das folhas para acrescentá-los à mistura em momentos diferentes.
Tempere a lula com sal, shoyu e o curry. Jogue um fio de azeite em uma frigideira e refogue os anéis de lula por 2 minutos. Acrescente os aspargos picados e os talos da acelga, misture e refogue por mais 2 minutos.
Acrescente as folhas de acelga picadas, misture e corrija o sal se necessário, desligue o fogo e pronto!
(receita do blog sabor sonoro)

Prato Principal: Pappardelle com molho de funghi secchi

Ingredientes:

-1 pacote de macarrão tipo pappardelle
-25 g de funghi secchi
-1/4 de uma cebola pequena picadinha ou ralada
-1 colher de sopa de manteiga
-150 ml de vinho branco
-250 ml de creme de leite fresco
-*4 colheres de sopa de suco de limão
-5 castanhas-do-pará picadas
-sal a gosto
 

Preparo:

Ferva o vinho e utilize-o para hidratar os cogumelos deixando-os de molho por 30 minutos. Escorra e reserve o líquido. Pique ou triture os cogumelos. Aqueça uma panela com a manteiga, refogue a cebola e acrescente os cogumelos e as castanhas picadas. Junte o vinho (com os resíduos do cogumelo), abaixe o fogo e deixe reduzir um pouco. Misture o creme de leite e o suco do limão, mexa um pouco, acerte o sal e desligue. Deixe os sabores curtindo enquanto cozinha a massa.
Aqueça água com sal e quando ferver coloque a massa. Mexa de vez em quando com um garfo para não grudar e observe o ponto de cozimento: a massa deve estar macia e firme. Aqueça o molho, junte a massa e transfira-os para uma travessa. Sirva com parmesão em lascas ou ralado.

*Obs: eu coloquei o limão siciliano como ela recomendou, e vou confessar que não agradou muito meu paladar, conselho: não coloque, ou coloque aos poucos!

(receita do blog digamaria.com)

Sobremesa: Petit Gateau (Mr. Bey é para os fracos!)

A sobremesa foi um Deus nos acuda! Na verdade estávamos atrás do bendito Mr. Bey! Nunca tínhamos feito petit gateau que não fosse comprado, mas depois da procura em pelo menos 5 mercados sem sucesso, tive a brilhante ideia de tentar fazer eu mesma a massa, e confesso: é facílimo, delicioso e bem mais barato que comprar já pronto!

Ingredientes:

– 200g de chocolate meio amargo
– 2 colher(es) (sopa) de farinha de trigo
– 50 gr de açúcar
– 2 colher(es) (sopa) de manteiga
– 2 unidade(s) de ovo
– 2 unidade(s) de gema de ovo
Preparo:

Derreta a manteiga e o chocolate em banho-maria. Bata os ovos e as gemas de ovo com açúcar na batedeira até ficar bem claro. Junte o chocolate derretido e a farinha de trigo, misturando com uma espátula. Unte as forminhas de empadinha com farinha de trigo e coloque a massa – sem preencher toda a forma. Pré-aqueça o forno e leve para assar de 5 à 7 minutos (dependendo do forno) até os bolinhos crescerem, mas ficarem com o meio molinho, assim quando cortamos sai aquela calda de chocolate quentinha. Deve-se desenformar quente, diretamente no prato, acompanhado com sorvete de creme. Dica: para quem quiser congelar, basta colocar a forminha cheia, coberta com filme plástico, no freezer e quando for servir deixar o bolinho voltar a temperatura ambiente antes de colocar no forno.

Dica: Você pode congelar o petit gateau cru, direto nas forminhas. Quando quiser, basta descongelar totalmente e deixar o mesmo tempo indicado na receitas.
(receita do site cybercook)
E para acompanhar, um vinho montepulciano d’abruzzo. É pessoal, foi assim meu sábado a noite! 😉

Brunch!

12 jul

Este é o primeiro post falando sobre comida… Que aliás, é bom demais não é? E dos infinitos cardápios que existem para ser servidos na recepção do casamento começarei com o que eu mais cotei: o Brunch! Pretendo casar em chácara e no período entre manhã e tarde. E o brunch é exatamente o que se encaixa para uma cerimônia de dia.

Brunch como o nome mesmo já diz, é a refeição que começa no café da manhã (breakfast) e se estende até o almoço (lunch). De origem americana, ele geralmente acontece entre as 10 até 14 horas.

O brunch é uma boa opção para um gracioso mini-wedding. Mais econômico que um almoço ou jantar, no brunch os próprios convidados se servem, criando um clima mais descontraído e informal.

Pra quem quer fazer, e não tem noção por onde começar a montar, segue uma sugestão de cardápio no site sabor sonoro

espumante
águas aromatizadas
refri, suco e chá
cafés: expresso, mocha gelado e macchiato com raspas de limão.
copinhos de fruta, granola e iogurte
frutas na casquinha
bolo de limão com calda de alfazema
fondue de muffins
pães variados
quiche de tomate cereja – receita aqui
manteiga de ervas
mousse de provolone
pesto de beterraba
wrap arco-íris
azeitonas marinadas no azeite e alecrim
abobrinha e ricota no palito

pra finalizar alla grande: lasanha verde, salada e brigadeiro com nozes e damasco.

Espero que tenha gostado, porque eu adorei =]

Sugestões, críticas (construtivas)  nos escreva 😉 anoivadavez@gmail.com

Casamento temático – Steampunk

10 jul

Este final de semana estávamos eu e meu noivo namorado “fuçando” na internet quando eu o vi pesquisando sobre Steampunk! E o que é isso?

Steampunk é um estilo retrôfuturista inspirado na Londres do século 19, o qual mistura o estilo vitoriano com o toque futurista, ou melhor definindo pela wikipédia “Trata-se de obras ambientadas no passado, ou num universo semelhante a uma época anterior da história humana, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real, mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época”.

Como os steampunkers não vivem mais no período vitoriano, eles tentam adaptar, por exemplo, eletrônicos modernos para o estilo daquela época. Boa parte das modificações feitas por steampunkers tem elementos da revolução industrial como engrenagens, itens que lembram máquinas a vapor, elementos de ferro em tom dourado, madeiramento, entre outros. Legal, legal.. mas como ficaria o casamento de um steampunker?

Gostaram do tema? Eu achei super legal =]

Críticas e idéias para próximo post é só escrever 😉 anoivadavez@gmail.com

créditos: Charles Godoi

Casamento Carol & Abel

2 jul

Este post é o primeiro relato de casamento que estou fazendo. Eu e a Carol trabalhamos juntas, e pude presenciar uma pequenina parte desta história dela e do seu marido.

Ela fez grande parte das coisas no casamento, e tomou atitudes para baratear custo como ter comprado a comida e bebida e ter contratado só o serviço do buffet, fez também as lembrancinhas, os convites, os docinhos e parte da decoração também! Eu pude presenciar o grande dia dela e posso dizer,  ficou lindo!!!

Carol querida, toda a felicidade do mundo pra você e seu marido!!!

Olá Camila!!!

Primeiramente parabéns pela grande decisão!!! O que eu acho que posso te ajudar sobre isso… então… é muito complicado esse negócio de festa e datas e religiões… nós, enquanto mulheres, idealizamos desde pequenas o casamento perfeito, mas o que é perfeito pra você pode não ser pro seu futuro marido!!! o que eu posso te dizer por experiência própria é que você deixe e o convide a participar de todas as decisões e entrarem em um consenso… Por exemplo: você quer algo campestre e ele não abre mão da igreja, que tal casar em uma chácara que tenha uma capela? Afinal de contas esse é só o começo de uma vida a dois pra vocês, dessa maneira vocês já vão se preparando para o grande “jogo de cintura” que esta nova vida vai exigir de vocês dois!!!

Conheci meu marido no rodeio de Jaguariúna há 5 anos atrás, não sei se é papo de mulher apaixonada, mas acredito que o destino contribuiu para nosso encontro… Eu de Valinhos, ele de Campinas nos conhecemos em Jaguariúna. Eu de camarote, ele na arena… ele passou por mim e eu olhei, quando ele já estava lá na frente como por um estalo, de repente virou-se para trás e me olhou, veio em minha direção… não falamos nada e ele me tascou um beijaço (detalhe: na frente do meu ex rsrsrs – menino de coragem!!!), literalmente “pulei a cerca” e fui ficar com ele na arena, nos beijamos a noite inteira e só no final do show trocamos nome e ele pediu meu telefone, eu até pensei em passar o telefone errado mas pensei: “ah… vou passar o certo, ele não vai me ligar mesmo…” no mesmo dia, de madrugada ele me ligou e ligou no dia seguinte e no outro… eu dei uma enrolada nele né… sabe aquelas coisas de mulher “vou me fazer de difícil” rsrs, mas depois de uma semana ou dez dias nos encontramos novamente e estamos juntos até hoje… ah!!! meu ex namorado… nunca mais vi, pq será???? rsrsrs.

Mas enfim… esse conto de fadas foi lindo, e ainda é lindo, mas também tivemos muitos momentos difíceis… nem tudo é mar de rosas, mas a gente vai levando!!! O mais importante Camila, é que você e seu noivo têm que ter bem clara essa decisão na cabeça de vocês, casamento não é como brincar de casinha, como quando éramos crianças, nos desentendíamos, acabávamos com a brincadeira, cada um pro seu lado, pra sua casa e pronto… devo ser realista… muitas vezes vocês vão se desentender (porque isso acontece e muito rsrsrs é normal do ser humano) e vão ter que dormir na mesma cama, muitas vezes vocês vão estar chateados um com o outro e terão que acordar e se desejarem “bom dia”, mas com o tempo a gente vai aprendendo a lidar com nosso companheiro e ele conosco, e é aí que eu acho o casamento lindo… são duas pessoas totalmente diferentes, que se completam se entendem e se conhecem… às vezes eu paro e fico percebendo meu marido… ele sabe tudo o que eu gosto, sabe quando estou bem, quando estou mal, me conhece e me percebe às vezes antes de eu me perceber… Cammy… não existe receita pra um casamento perfeito, o que eu posso te falar, que foi o que eu aprendi com esse tempo de convivência, é que a base do casamento é amor e diálogo saudável.

Sobre a festa amiga, é uma delícia preparar e cuidar de todos os detalhes de seu casamento pessoalmente, mas dá um trabalhão!!! não deixe tudo pra última hora, convide as amigas mais íntimas pra lhe ajudar e o mais importante não deixe seu noivo de fora das decisões, faça ele participar também, apesar deles não ligarem pra certas coisas, como recheio do bolo, ou cor do lacinho do convite, eles gostam de opinar em certas coisa que são importantes pra eles.

Beijocas

Carol

E você, quer compartilhar sua historia como a Carol?

é só enviar um email com a história e fotos para anoivadavez@gmail.com

fotografiaebeleza.wordpress.com/

Fotográfia, Beleza, Arte, Cultura e Entretenimento

Cammy Reis

Blog da Cammy Reis

%d blogueiros gostam disto: